Notícias

10 de agosto de 2020

Tradição com Inovação

Projetado e instalado pela Mayekawa do Brasil, o primeiro sistema de CO2-Brine no país já opera e os resultados superam expectativas.

Pioneirismo. Esta é palavra que define a obra da fábrica de alimentos Sodebo, empresa francesa que abriu a primeira filial aqui no Brasil, precisamente em Porto Feliz, São Paulo. Como premissa, a construção da fábrica deveria garantir a mesma otimização de sua matriz. E assim foi feito. A francesa seguiu os procedimentos normativos já utilizados em seu país de origem, e repercutidos por toda a Europa, e buscou a Mayekawa do Brasil para o desenvolvimento do Sistema de Refrigeração para o congelamento e resfriamento de seus produtos em sua planta brasileira, que atendeu o cliente, priorizando instalações com baixa carga de fluidos refrigerantes, bem como o uso de fluidos naturais e propôs a instalação de sistemas de refrigeração indireta que utilizassem CO2 Brine para o resfriamento ou congelamento dos produtos – e que também pode ser utilizado em sistemas de climatização.

Fábrica SodeboNeste caso, a carga de amônia foi reduzida, utilizando o CO2 como fluido refrigerante secundário (Brine), otimizando a eficiência energética e diminuindo o nível de toxidade, aumentando, assim, a segurança operacional do sistema de refrigeração. “Por ser um fluido natural de baixo custo e com uma baixa viscosidade dinâmica, o CO2 tem sido uma ótima opção de fluido secundário seguindo a tendência dos fluidos refrigerantes naturais”, informa o diretor comercial da Mayekawa do Brasil, Silvio Guglielmoni.

Inovação – o sistema de CO2 Brine foi desenvolvido inicialmente pelo Grupo Mayekawa, ou seja, é a companhia que detém globalmente o pioneirismo e a expertise neste sistema. Além do Brasil, a multinacional japonesa já aplicou o conceito de CO2 Brine em outros países da América Latina, sendo: dois projetos no Equador e um na Argentina. Na Ásia, o Grupo Mayekawa também está presente em mais de 500 instalações de refrigeração industrial, utilizando o CO2-Brine, tornando-se referência neste tipo de aplicação.

A nova fábrica de alimentos é a primeira instalação do país que utiliza CO2 Brine e tem capacidade total de Refrigeração para o Sistema de Congelados de 420 Mcal/h; e de 1.100 Mcal/h para o sistema de Resfriados, a performance da instalação tem sido excelente, sem nenhum tipo de problema, provendo todas as necessidades solicitadas.  “Através da aplicação da solução Mayekawa com CO2 Brine, a Sodebo conseguiu obter uma redução significativa aproximada de 90% da carga de NH3 de 3.000 para 280 quilos com aplicação do CO2. Também a pressão de projeto foi reduzida em aproximadamente 60% de 120 (bar) do sistema CO2 convencional para 40 (bar) no sistema CO2 Brine Mayekawa, mitigando consideravelmente riscos operacionais, além de aumentar a eficiência energética dos sistemas”, descreve Guglielmoni.

CO2 Brine – Aliás, o uso de CO2 no setor de Refrigeração Industrial, surge também como uma alternativa para a amônia, que apesar de ser um outro refrigerante natural, possui um índice de toxicidade mais elevado e, normalmente, em aplicações de baixa temperatura, requer uma carga muito grande. As vantagens do CO2 como fluido secundário são muitas. Destaque para a utilização 100% de fluidos naturais: NH3 e CO2; menor volume de NH3 (redução de 70 a 90%); melhor eficiência energética total entre sistemas CO2 brine x CO2 cascata; menor impacto ambiental (GWP, ODP); entre outras, e sem contar o custo de instalação (sistema) que, neste caso, é bem menor se comparado às instalações tradicionais.

No que tange aos fluidos naturais, o setor de Refrigeração Industrial abrange os grandes sistemas e normalmente se refere às aplicações nas indústrias alimentícia e de bebidas, onde o principal fluido refrigerante é a Amônia. Aqui são ainda incluídas as aplicações nas indústrias químicas e petroquímicas. Assim, a Mayekawa do Brasil, na busca constante pela excelência em suas tecnologias, contribui para um futuro sustentável e consciente com o meio ambiente, através do sistema chamado “Natural Five”, onde são utilizados cinco fluidos refrigerantes naturais: amônia (NH3), dióxido de carbono (CO2), água (H2O), hidrocarbonetos (HC) e ar, aplicados em sistemas de aquecimento, secagem, abastecimento de água quente, ar condicionado, refrigeração e congelamento. “Construir e projetar sistemas de refrigeração confiáveis, com excelente custo-benefício e ecologicamente corretos, usando CO2 como fluido secundário e utilizando o know-how japonês com mais de 90 anos de atuação no mundo são os conceitos do Grupo Mayekawa, que por toda a sua trajetória torna-se pioneira em soluções mais sustentáveis”, finaliza Guglielmoni.

Quer saber mais?

Para saber mais acesse o vídeo sobre CO2 Brine em nosso Canal: youtube.com/mayekawadobrasil

Compartilhe a Mayekawa

Biblioteca de Vídeos

Agradecimento aos colaboradores

Retrofit

Chiller Microcanal Propano