Notícias

10 de março de 2022

Energia, sustentabilidade e economia na produção cervejeira

Um dado curioso: Para cada litro de cerveja produzida no Brasil, atualmente, a indústria cervejeira consome entre 7 e 12kWh/hl de energia elétrica. Importante ressaltar que este índice varia de acordo com a produção e a linha de produtos de cada empresa.

Eletricidade é um insumo fundamental na produção cervejeira e que na ponta do lápis pode refletir custos altos, mas que, novamente pode e deve ser revisto. Entre a adoção de medidas sustentáveis, como instalação em dia, treinamento dos colaboradores, entre outras soluções térmicas, as Boas Práticas são estratégicas. No entanto, para redução no consumo de energia na indústria cervejeira há que se observar questões ligadas ao Sistema de Refrigeração. Do projeto à instalação é este sistema que vai definir a economia da energia, uma vez que a Refrigeração é um sistema vital para a produção e a qualidade final do produto e, justamente, por estar em funcionamento durante todo o tempo de produção dessa indústria, acaba sendo o maior consumidor de energia.

Pensando nisso, um dos nossos clientes do segmento de bebidas resolveu implementar nossas soluções na sua mais nova planta para fabricação de cerveja que fica localizada na região de Minas Gerais. Com toda uma estrutura desenvolvida para a diminuição do consumo de energia a planta industrial apresentou níveis satisfatórios. Não tem segredo. A empresa implantou um sistema de Refrigeração que apresenta diferenciais tecnológicos, que também impactam no consumo energético. Neste caso específico, trata-se do “Reservatório de Termoacumulação Estratificada e Sistema de Resfriamento Indireto®”, tecnologia exclusiva e patenteada Mayekawa (Patente Requerida nº 040. 3668 – 14/09/2009), sendo especialmente desenvolvida para a indústria de alimentos, bebidas e em sistemas de ar condicionado para processos.

Os Sistemas de Resfriamento Indireto e Termoacumulação já foram aplicados em mais de 30 projetos no país. O gerente da divisão de Alimentos e Bebidas da Mayekawa do Brasil, Paulo Teixeira, cita que entre os principais benefícios, o “Reservatório de Termoacumulação Estratificada e Sistema de Resfriamento Indireto® gera significativa economia de energia elétrica e mantém a estabilidade de temperaturas nos processos, garantindo a qualidade do produto final, maior produtividade e segurança operacional, dentro de um conceito de projeto sustentável final”, assegura.

Exclusividade – Teixeira explica que a tecnologia patenteada Mayekawa faz a tarefa de volante térmico e no sistema de resfriamento indireto funciona como uma chave “on/off”. Durante o processo, em situações de menor carga térmica, ocorre a termoacumulação, a temperatura fria da solução ou da água atinge o topo do tanque e a lógica de controle do sistema desliga automaticamente as unidades resfriadoras, bombas, chillers, condensadores ou torres de resfriamento e bombas-torre. O processo continua a ser atendido apenas com as bombas-processo pelo tempo de autonomia do reservatório – de 20 minutos até 3horas -, e quando a solução ou água aquecida atinge a parte inferior de reservatório, automaticamente é ativada a geração do frio e o sistema volta a realizar a termoacumulação no processo. Quando estiver em seu total funcionamento, a fábrica terá capacidade produtiva superior a 8,6 milhões de hectolitros de cerveja por ano, ou seja, 860 milhões de litros da bebida, a partir de quatro linhas capacitadas para o envase de 256 mil latas/hora e 140 mil garrafas/hora. Com estes números os gastos com energia elétrica não devem ser uma preocupação e, sim, um coadjuvante.

 

 

Sistema Indireto de Termoacumulação

Compartilhe a Mayekawa

Biblioteca de Vídeos

YIELDAS - Máquina desossadora
de peito de frango

Solução para Resfriamento de
Óleo Vegetal

Solução para Sistema de vácuo